Star Trek FanFiction

Forum dedicado a franquia Star Trek
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Filha de Dois Mundos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 15, 2016 9:06 pm

Blankie Jackson escreveu:
Vixi o Kirk passou o rodo na T'mar :rsrs:
La vem tretaaaaaa Dã

Não foi bem um "rodo"...mas deixe quieto.
Lembrando que ela sabe a milenar arte vulcana de elo mental e controle mental, então...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 7:56 pm

Capítulo 20 - Independentes...

A sirene seguia anunciando o perigo iminente e mais alguns baques eram sentidos por toda a nave. Mesmo com os escudos em prontidão, as armas da nave invasora eram muito potentes.
T'mar se aproximou dele e encarou-o.
Ela sabia que o que fez era moralmente errado na cultura dele,mas ela sabia que não haviam sentimentos envolvendo ela e o capitão. Era apenas uma necessidade física que McCoy vinha negando-se a saciar.
–Creio que seus serviços sejam necessários na enfermaria agora,Leonard. O que você presenciou não será desfeito sequer durante o ataque. Eu preciso ir para o laboratório agora.
Afastou-se dele,pretendendo ir vestir-se com rapidez,mas quando retornou,já perfeitamente uniformizada,encontrou McCoy ainda parado diante da porta.
***
Kirk entrou apressado na ponte de comando,seguido de perto por Spock e Uhura, que rapidamente tomou seu posto nas comunicações pondo-se a rastrear todos os canais,afim de estabelecer contato com a nave estranha.
Spock por sua vez,lançava mão de todos os recursos que possuía para tentar descobrir de onde vinham seus algozes.
–Meus sensores não podem identificar de onde veio esta nave,Capitão! Sua tecnologia é muito avançada e desconhecida de qualquer registro que a Frota possua.
–Estou tentando todas as frequências de saudação sem sucesso...espere! —falou concentrando-se— Estão enviando uma mensagem senhor!
—Na tela,tenente!—ordenou Kirk.
Imediatamente apareceu a imagem de um homem, que logo identificaram se tratar de um romulano.
—Eu sou o Capitão Kirk da USS Enterprise e vocês serão presos por atacarem uma nave da Federação. Se se entregarem agora,poderemos conseguir um acordo de paz entre o império romulano e a Frota estelar...
—Ah,nós não falamos em nome do Império... Somos independentes... Assim como o membro vulcano em sua tripulação.
Spock neste momento se afastou de seu console, indo na direção da tela gigante.
O romulano seguiu falando.
—Olá Spock...queremos te mostrar uma coisa...meu capitão pede que venham a bordo da Narada pilotando uma nave auxiliar... Você e seu capitão... Ah...e traga a fêmea com vocês.
—Fêmea? –indagou Kirk.
—A fêmea romulana que viaja com vocês! tragam-na!
Todos na ponte se entreolharam e imediatamente recordaram de T'mar, a única mulher que era nova na tripulação.
—Estamos aguardando, Capitão...-falou ameaçador. —nao demorem!
—Uhura contate a tenente T'mar e mande-a nos aguardar no angar 8..


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:01 pm

Vixi segura a treta, o bicho vai pegar agora Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:03 pm

Blankie Jackson escreveu:
Vixi segura a treta, o bicho vai pegar agora Shocked
literalmente

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:06 pm

Capítulo 21 - Quem é Nero?

—Leonard...
—Porquê você fez isto comigo,T'mar? Com Jim...
—Você não entenderia,Leonard...
McCoy permanecia imóvel, a expressão dura em sua face e uma única lágrima em seus olhos.
Quando T'mar iria iniciar sua explicação, a voz de Uhura soou na comunicação interna da nave,solicitando a presença urgente de T'mar no angar. E ressaltava que era urgente.
Ela se afastou de McCoy e se inclinou sobre a mesa onde há poucos minutos era possuída por Kirk,para avisar que já havia recebido a mensagem.
–Aqui T'mar.
–Tenente, o Capitão e o Sr Spock te aguardam no angar 8.
–Entendido. Estou à caminho. T'mar desliga.
Quando voltou seu olhar para onde antes estava McCoy parado ,não havia ninguém.
Já havia algum tempo que ela não precisava sair da nave,então pegou seu tricorder antes de se apresentar no angar.
Porquê será que a presença dela era necessária?
Algumas seções da nave estavam seladas por causa dos estragos causados pelo ataque sofrido,mas aparentemente agora parecia tudo calmo.
Quando chegou no angar, poucos tripulantes trabalhavam por ali,mas a maioria lançou um olhar estranho na direção dela,parecia desaprovação.
Arrumou o tricorder ao lado do corpo e endireitou a coluna. Seguiu com passo firme até os oficiais que a aguardavam.
A forma como a olharam também não foi amistosa como de costume e apenas mandaram que embarcasse na nave auxiliar.
Lá dentro,enquanto Spock checava os equipamentos para a decolagem, Kirk voltou-se para T'mar.
–Quem é Nero?

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:08 pm

Capítulo 22 - Separados

A mulher fitou o capitão por alguns segundos.
–Nero? Capitão, não creio que seja o momento para testar meus conhecimentos sobre a história da Terra...
–O capitão da nave inimiga ordenou que levassemos a fêmea romulana a bordo...–interrompeu.
–Jim–suspirou–...eu não tenho contato com romulanos desde que eu era tão pequena que a única coisa de Romulus que trago em mim é o meu sangue... Se esse Nero é um romulano,eu sequer poderia conhecê-lo...
–Então como ele sabia que você estava a bordo desta nave?
–Capitão... Se me permite. O Nero parecia ter também alguma familiaridade comigo e eu também não o conhecia... –observou Spock.
–Mas só nós sabemos a real origem da tenente...–retrucou impaciente o loiro.
–Capitão,vulcanos são incapazes de mentir,e desconfiar de minhas intenções seria o mesmo que duvidar das recomendações que meu tio Surak fez a meu respeito.–finalizou a mulher.
Um breve silêncio se instalou dentro da pequena nave auxiliar, interrompido pela voz de Spock, anunciando que a checagem dos equipamentos estava completa.
McCoy acompanhava a decolagem de longe,do lado de fora do hangar. Naquele momento tomado de tanta raiva,que intimamente desejava que aquela missão não terminasse tão bem.
A curta viagem entre a Enterprise e a Narada foi silenciosa. Kirk se remoía internamente de remorso por ter ,tão facilmente, se deixado levar pelos encantos daquela bela mulher que agora ele temia ser uma impostora,e estarem indo para uma cilada.
T'mar permanecia imóvel, de olhos fechados. Parecia estar meditando,mas no fundo ela não estava se sentindo bem. Nunca gostara de andar nessas minúsculas naves auxiliares.
Ao chegarem na nave romulana, foram abordados com armas em punho e separados.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:10 pm

protege ela kirk a coisa vai ficar feia deixa não
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:14 pm

Blankie Jackson escreveu:
protege ela kirk a coisa vai ficar feia deixa não
se não for por apego que seja por responsabilidade... hehehehe

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:14 pm

Capítulo 23 - Vingança

–Pra onde levaram a tenente?– Kirk indagava se debatendo sobre uma prancha onde estava firmemente amarrado.
Há poucos metros podia ver Spock desacordado,mas não parecia ferido.
–Não deveria estar tão preocupado com ela,Capitão...–falava Nero irônico. E prosseguia.
–De você quero apenas uma coisa:os códigos de acesso do campo de força das defesas da Terra.
–O que fizeram com Spock?
–Você realmente se importa com sua equipe,não é? Me dê os códigos e eles ficarão bem...
Aos poucos Spock ia despertando. Durante a luta corporal travada entre ele e o tripulante romulano que o rendia,foi atingido fortemente na cabeça,desmaiando.
Abriu lentamente os olhos e avistou há pouca distância Nero e Kirk.
–Como pode ver, Capitão... Seu amigo está bem...vamos,colabore! Preciso apenas que me dê os códigos.
–Não! Onde está T'mar?
Spock olhou espantado para Kirk...ele nunca chamara T'mar pelo nome.
–Não deveria se importar tanto com uma fêmea que não é sua,"Jim". -falou desdenhoso.–Agora ela é nossa!
Terminou de falar fazendo sinal para outro homem e logo trouxeram T'mar. Sua roupa estava rasgada e seu belo rosto marcado com grandes nódoas esverdeadas,denotando que a haviam espancado. Seu cabelo estava desgrenhado e um pequeno fio de sangue escorria pelo canto de seus lábios.
Nero se aproximou dela sorrindo
–Uma das romulanas mais belas e bravas que meus homens já tiveram.
Kirk sentiu seu estômago revirar com aquela afirmação.
–O que quer conosco? –balbuciou Spock ainda atordoado.
–Ah...olá sr Spock...é muito bom que se junte a nós... O que eu quero com vocês? Apenas uma coisa: vingança!
–Vingança? Depois da grande guerra,os romulanos não tornaram a cruzar a zona neutra e vivemos em paz desde então! – falou Spock endireitando a coluna
–Eu já disse que não falamos pelo império! – esbravejou desferindo um soco no estômago do Vulcano. – Quero vingança pelo meu povo! As milhões de vidas que você prometeu salvar, embaixador Spock, mas falhou! Vingança pela vida da minha esposa que esperava o meu filho... E que queimou na superfície de romulus ,quando a supernova os atingiu sem que você fizesse nada! – gritou furioso.
–Mas não aconteceu nada à seu planeta. Rômulus está onde sempre esteve...
–No futuro, de onde eu venho Spock,você teve uma filha...uma criança meio romulana que iniciou as mediações de paz entre nosso povo. Quando detectaram a supernova,voce e ela prometeram que salvariam meu planeta,mas falharam!Você me tirou o meu filho,agora eu tirarei isso de você!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:18 pm

fica queito spock protege e T'mar pelo amor de Deus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:20 pm

Blankie Jackson escreveu:
fica queito spock protege e T'mar pelo amor de Deus
Será q vai dar tempo?

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:21 pm

Capítulo 24 - Adaga

Spock arregalou os olhos,confuso olhando para T'mar que parecia também perturbada.
–Oh...ela não te contou?-sorriu debochado.
Diante do olhar perplexo de todos,Nero deu uma grande gargalhada.
–Não precisa mais se preocupar com isto,Spock...esta fêmea ficará conosco e eu vou transformar esta criança em uma excelente guerreira:sanguinária e impiedosa.
–Você não pode fazer isto! – esbravejou Kirk.
–Vai me dar os códigos? – indagou sacando a adaga presa em sua calça.
Kirk sentiu seu sangue gelar,mas ele sabia que não poderia entregar as defesas da Terra nem por sua própria vida.
Spock olhava em volta agoniado,analisando cada detalhe,procurando por uma mínima chance de fuga.
A tripulação da Narada era bastante reduzida. Era apenas uma nave mineradora.
Naquele momento era apenas Aiel,o segundo em comando da nave que observava a conversa de seu Capitão Nero com seus cativos.
O romulano brincava com a afiada adaga , passando-a pelas formas femininas de T'mar. Delineando a cintura e subindo em direção aos seios.
–Você gostaria de ver esta bela fêmea sangrar,Spock? – ele seguia passando a navalha pelo rosto de T'mar, encostando de leve na fronte da jovem.
–As necessidade de muitos sobrepõem a necessidade de poucos,ou de um só.– recitou Spock, impávido.
–Pois vejam bem – gargalhou –ele prefere derramar o sangue daquela que gera uma filha dele!
O romulano rosnou mais uma vez pressionando a lâmina sobre a pele de T'mar, descendo pela bochecha, abrindo um pequeno corte,fazendo escorrer um filete do sangue da mulher.
–Solte-a! – gritou Kirk se retorcendo ,tentando se livrar das amarras.
–Tarde demais,capitão!
Num movimento rápido, Nero desceu a adaga pelo peito de T'mar, habilmente cortando o tecido já esfarrapado de seu uniforme.
Enquanto tinha a pele de seu rosto ferida pelo sádico Nero,T'mar conseguiu ver de relance qua Spock aproveitava a distração de Aiel e ia desfazendo o nó da corda que prendia seus pulsos.
–Você tem razão, Nero...meu lugar não é com humanos frágeis ou vulcanos fracos... Tenho sangue de guerreira e tenho que estar com os meus...
T'mar falou firme,mas um uma carga de volúpia que poderia fazer até o mais frio dos homens estremecer.
Nero voltou seus olhos para a mulher desnuda diante dele e sorriu olhando a adaga suja com o sangue verde e espesso da fêmea.
–Me solte para que possamos repetir,agora sem lutas,o que mais quer de mim...
–Então você quer repetir? Aqui na frente dos seus amigos? –ele sorriu levando a adaga suja até sua língua,lambendo o sangue de uma face da lâmina e depois levando a lâmina até os labios de T'mar.
–Talvez não aqui...
Nero pôs a lâmina sobre os lábios de T'mar, passando o sangue neles e em seguida beijando-a ,sorvendo o sangue.
Aiel observava tudo sem sequer piscar,deixando Spock sem supervisão para se livrar dos nós que o prendiam.
T'mar sentia seu estômago revirando,mas precisava parecer que gostava da forma como Nero a tocava diante de seus companheiros de Frota.
O romulano descia pelo pescoço de T'mar, mordendo-a dolorosamente em seus seios.
Ela não se conteve. A raiva à consumia, e elas sabia que se estivesse com as mãos livres naquele momento,poderia arrancar a cabeça de Nero sem grande esforço, tamanha cólera que a invadia.
T'mar inclinou a cabeça na direção de Nero e em um movimento inesperado,mordeu-lhe com força a orelha direira,arrancando-a quase inteira com aquela mordida.
O romulano gritou se contorcendo de dor.
Spock terminou de se soltar no momento em que T'mar dilacerava a orelha do romulano e com um movimento rápido pressionou o ombro de Aiel,pondo-o desmaiado em segundos.
Nero gritava e xingava quando sacou novamente a adaga que guardara na calça, e a cravou três vezes na barriga de T'mar antes que Spock a alcançasse.
Spock avança sobre Nero tomado de raiva e sem delongas,quebra o pescoço do romulano.
Tomou a adaga e com ela cortou as cordas que prendiam Kirk e em seguida soltou os braços de T'mar que desmaiara de dor.
Tão logo Kirk recuperou seu comunicador,eles foram transportados para a Enterprise.
***


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:24 pm

Capítulo 25 - Como você sabia?

–Como ela está, Magro? – perguntou o capitão aflito,ao ver o amigo sair da sala de cirurgia.
McCoy tirou a máscara e suspirou longamente.
–Acredito que esteja fora de perigo. Nunca operei uma romulana antes. Ela estava muito ferida...foi difícil...
–E o bebê? – perguntou Spock quase sem poder disfarçar sua aflição.
–Como você sabia do bebê?
–Porque Nero estava obcecado pela T'mar e disse que criaria a criança. – Kirk se adiantou.
–Bem...–prosseguiu desconfiado – a criança é muito pequena ainda.– e sorriu. –É uma menina! Ela é muito pequena, a gestação estava no início...o romulano dilacerou o útero e a placenta...foi muita sorte a bebê ter saído inteira. Eu a coloquei em uma encubadeira... É uma espécie de útero articifial,com líquido pra não ferir a pele frágil e ela recebe mecanicamente os nutrientes pelo cordão umbilical...já deu certo muitas vezes com bebês humanos...imagino que como meio humana ela possa sobreviver desta forma...
Kirk e Spock se entreolharam.
–Podemos vê-la? – Spock pediu.
McCoy os guiou até uma sala onde a luz era fraca,aproximou-se de um compartimento e digitou alguns códigos. O compartimento se abriu e de lá saiu um recipiente translúcido cheio de líquido e dentro um pequenino bebê.
McCoy tocou o recipiente carinhosamente.
–Ela teve sorte...espero que possa se desenvolver bem. Quisera que T'mar tivesse me contado antes...
Spock quis falar ,mas Kirk o deteve com um gesto sutil.
–Talvez ela não soubesse ainda...– Kirk interveio.
–Jim...creio que nós precisamos conversar...
Spock se afastou deles em silêncio e rumou de volta à enfermaria.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:28 pm

Ela não sabia o maccoy e o kirk vai se xingar correr spock que o bilhete premiado é teu
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:29 pm

Blankie Jackson escreveu:
Ela não sabia o maccoy e o kirk vai se xingar correr spock que o bilhete premiado é teu
o pãozinho no forno

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:29 pm


Capítulo 26 - Acreditar em quem?


Assim que se viram à sós, Kirk acompanha McCoy até a sala do médico, afim de poderem conversar com mais tranquilidade.
Tão logo a porta se fecha atrás dele, McCoy o surpreende com um gancho de direita direto no queixo do capitão.
–O quê é isso? –gritou o loiro cobrindo o queixo com a mão
–Eu precisava fazer isto antes de qualquer coisa...-disse enquanto massageava a mão direita –Eu não esperava isso de você, Jim... Ou esperava... Não sei...o fato é que eu acreditei que respeitaria nossa amizade...
–Eu sei que vai ser difícil de acreditar em mim agora,McCoy... Mas eu juro que não foi premeditado... Ela me chamou pelo comunicador pessoal e não parecia estar muito bem... Eu só me lembro de ter entrado pela porta,e depois quando você entrou...
–Você quer que eu acredite em quê? Que você entrou , tropeçou e ?
–Magro,eu sei que está tudo muito inexplicável, mas o fato é que eu nao pretendia...
O médico estava visivelmente irritado e fazia um esforço para se conter.
–Em quê você quer que eu acredite,Jim?–grita o médico dando um soco na mesa.
–Quero que acredite em mim!–fala o loiro com a mão na face que parecia ainda latejar–Magro... Eu assumo que sou um canalha e que geralmente não valho o ar que respiro quando se trata de mulheres...e eu simplesmente não consigo te explicar o que houve. Sempre achei a T'mar linda,mas sabia que estava interessado nela...eu nunca me aproximei. Você pode me fatiar com o seu bisturi,se quiser... De qualquer modo eu estou muito arrependido e envergonhado ...
O médico deu um suspiro ruidoso,procurando um lugar pra se sentar,sentindo a força lhe faltar nas pernas.
–Eu a amo tanto,Jim... Fiquei absolutamente encantado quando ela se materializou na sala de transporte e. Fiquei fascinado e tudo que eu pensava era em como me aproximar ,em como poderia ter uma única chance com ela...e você simplesmente chega e...
–Mccoy eu...
–Gostaria de ficar sozinho agora,Jim...
O doutor deixou algumas lagrimas escorrerem por seu rosto.Um misto de raiva e um pequeno toque de remorso. Ele estava com tanto ódio no coração quando T'mar partiu naquela missão a bordo da Narada e por pouco não perdeu sua amada para sempre.
Serviu-se de uma dose de uísque sauriano pretendendo se acalmar. Voltar até a enfermaria e talvez ouvir a versão de T'mar sobre tudo que vinha acontecendo.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:32 pm

A batata do spock ta assando e a uhuura tá faiscando de alegria :rsrs:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:33 pm

Blankie Jackson escreveu:
A batata do spock ta assando e a uhuura tá faiscando de alegria :rsrs:
HAHAHAHHAHAHA c ctz

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:34 pm

Capítulo 27 - Se parece com você..



T'mar acordou com dificuldade, sentindo o corpo dolorido e a boca seca.
Tentou se mexer,mas percebeu que as mãos estavam presas.
Respirou fundo até sua visão se adaptar àquela claridade .
A última coisa de que se lembrava,era de Spock indo na direção dela e os gritos de dor de Nero.
Bem no fundo de sua mente podia sentir que McCoy esteve com ela,e que estava preocupado.
Olhou à sua volta e reconheceu a enfermaria.
Tentou erguer o pescoço para ver como estava amarrada e se soltar,mas sentiu-se tonta e desistiu.
A porta daquela ala mais isolada da enfermaria se abriu, e aquele perfume que ela conhecia o denunciou.
–Spock...
–T'mar... Como está se sentindo? –falou entrando no campo de visão dela.
–Creio que esteja fora de perigo e agradeço por me trazer de volta à Enterprise.
–Porquê não havia me contado... Sobre a criança...
–Você estava me evitando há semanas e não achei de bom tom tratar este assunto por mensagens.
–Eu tinha o direito de saber,assim como McCoy. Agora ele crê que a filha é dele.
–Pois então que seja! Agora já não faz diferença mesmo...Nero teve sua vingança afinal.–falou por fim demonstrando tristeza em sua voz.
–Nero não obteve sucesso. A criança sobreviveu. McCoy a salvou.
–Quero vê-la! –exclamou sorrindo.
–Ainda não é uma boa ideia,T'mar. –falou McCoy entrando naquela ala da enfermaria. –Você precisa se recuperar.
–Porquê eu estou amarrada? –indagou ao médico, mostrando os punhos.
–Você estava extremamente agitada,T'mar...foi pra sua segurança... E a nossa.-falou McCoy se aproximando e tratando de soltar as amarras.
–Como está se sentindo?-perguntou ao finalizar a tarefa.
–Quero ver a criança, McCoy!-T'mar ordenou sentando-se com dificuldade .
–Não...de forma alguma você vai sair desta cama! Você é durona,mas quem manda aqui sou eu!–falou segurando-a pelos ombros e a fazendo deitar novamente.
–Spock,você poderia nos dar licença?
O médico falou sem desviar o olhar da mulher,e ao contrário do que ela poderia esperar, seu olhar era terno.
–McCoy, agradeço por salvar minha vida e de minha filha...
–Nossa filha... T'mar... Ela é tão linda! – e completou a frase de um movimento, puxando um monitor pequeno ligado à cama.
Digitou alguns comandos e com um brilho radiante nos olhos,mostrou o monitor para T'mar.



–Ela está sob cuidado intensivo,recebendo pouca luz e nutrientes para se desenvolver. Esta técnica já foi utilizada com sucesso com bebês humanos...mas acredito que dará certo com ela...
Na tela a pequena criança de tez esverdeada brincava com as próprias mãozinhas.
–Ela se parece com você!-falou o médico.
–Leonard...-ela falou exitante.
–Eu só queria entender...se você puder me dizer,T'mar... Porquê? O meu carinho não foi suficiente?
–Leonard...não foi disso que se tratou.
–Não? Foi o quê então? T'mar eu juro que queria entender .
–Você não poderia e eu aceito isto. Leonard você tem apreço por mim e gostaria que eu fosse igual a você. Tanto em sentimentos quanto em atitudes...mas veja bem...eu sequer sou uma vulcana!
–Quer dizer que nunca gostou de mim,T'mar?–falou alterando o tom de voz.
–Eu prefiro a sua presença à de qualquer outro membro da Federação, Leonard...mas minhas ações não são norteadas pelos mesmos princípios que os seus. De tudo que eu fiz,a única que não foi dirigida por meus instintos, foi decidir copular com você.
–E esta criança? Porquê não me falou dela antes? Porque eu não sou o pai,é isto?
McCoy estava exaltado e mal podia controlar o volume de sua voz.
–Você está certo,esta criança não é sua filha.
–Ela é filha de quem?-indagou exaltado.
T'mar respirou profundamente sentindo seu ventre ferido doer.Cogitou buscar subterfúgios pra esconder a verdade,mas McCoy era médico, e da mesma forma que soube que ela não era vulcana,saberia que tampouco aquele bebê era meio humano.
–Quando estivemos em Vulcano...
–Mas você sequer desembarcou.-falou o médico interrompendo.
–Quando estivemos no planeta natal do sr Spock,foi em virtude do casamento dele,correto?
–Sim...mas ele disse que perdeu o interesse na moça.
–Porquê pensou ter matado o capitão. Porém o instinto não pode ser suprimido. Se fosse tão fácil se livrar deste tormento,todos os vulcanos o fariam,Leonard...mas ele não pôde e iria morrer por isto.
–Quer dizer que você foi salvá-lo...– desdenhou.
–Eu disse que você não poderia entender... Eu não desejo estar com Spock e nunca desejei isto.Mas escutei a agonia em sua mente e ao contrário da prometida dele,não poderia deixá-lo arder ate a morte. Leonard,o que está feito,está feito...e mesmo que eu diga que estou arrependida,isto não vai mudar...
–Mas Jim não estava morrendo,T'mar...


-Não...o Capitão Kirk não estava...-suspirou pensativa –Leonard...sinto que esta conversa não nos levará a resultado algum...estou me sentindo cansada e preciso me recuperar com brevidade.

McCoy não pretendia parar a conversa. Ele confirmou o que era fato, mas não obteve as resposta que precisava.

T’mar pareceu entrar em um estado de sono profundo em questão de minutos. Bones apenas observou os sinais vitais da morena decaindo á níveis mínimos. Não se preocupou pois já havia observado estas leituras outrora:quando a mulher se feriu em missão, usou uma técnica de meditação para acelerar sua recuperação. Era isto que ela estava fazendo agora...recuperando-se.

O médico suspirou e se afastou.

Não tivera tempo de dizer-lhe sobre os procedimentos feitos.

-É melhor que descanse...-sussurrou saindo daquela ala da enfermaria.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:42 pm

Capítulo 28 - Laços

Assim que se afastou de Jim e Bones, Spock pretendeu retornar á ponte de comando, mas decidiu ir até a outra ala da enfermaria ver como estava T’mar.

A conversa foi breve e ela confirmou o que Nero revelara em sua nave. A criança era fruto daquele único encontro. Seria um laço permanente que jamais poderia ser desfeito.

Parou no meio do caminho e retornou até aquela ala isolada da enfermaria.

Digitou os mesmos comandos de McCoy naquele pequeno console e logo a encubadora com a pequena criança se revelou.

Ela era tão pequena e de aparência tão frágil.

Spock sentiu-se responsável sobre o que havia acontecido com aquela criança até ali e sobre o que o futuro lhe reservava. E agora que obviamente Nero havia alterado a linha temporal dos acontecimentos, será que teriam o mesmo destino...será que ela sobreviveria?

Sentiu algo que ele poderia descrever como pesar. Digitou os comandos e a criança voltou para o ambiente escuro e aquecido da encubadora criada por humanos para salvar bebês humanos.

***

Em poucos dias, T’mar saiu de sua meditação profunda e seus ferimentos estavam completamente curados.

-É ilógico me manter afastada de meu posto se todos os exames determinam que recuperei minha saúde, Dr McCoy!-ela insistia.

-Sua recuperação é mesmo impressionante, T’mar. Como seu médico eu apenas me preocupo com seu estado...

-Creio que deva ser esta nossa relação daqui por diante, de acordo?-disse a morena se levantando e indo em direção á saída da enfermaria.

-T’mar...

-McCoy...-ela diz retornando e se aproximando dele- Eu retornarei em breve para ver minha filha. Conto com sua competência.

Antes que McCoy pudesse formular qualquer tipo de resposta, ela saiu pela porta da enfermaria com rapidez.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:42 pm

Capítulo 29 - Negligente

Nas semanas que se seguiram , T’mar havia se tornado mais fria e distante do que nunca. Falava apenas o que era imprescindível para o desempenho de suas funções, e no restante do tempo, se reservava a respostas monossilábicas ou apenas o silêncio.

Durante o tempo em que não estava em seu posto de trabalho, passava na ala reservada da enfermaria, lendo os relatórios sobre o estado de saúde de sua filha ou apenas meditando próxima da encubadora.

McCoy observava de longe. Nas poucas vezes em que havia tentado lhe falar, ela havia lhe respondido com um silencio tão frio quanto as geleiras de Andoria.

Ele podia ver a preocupação, a aflição no olhar de T’mar a fitar fixamente os monitores com as leituras da criança e por vezes usar um tricorder e rastrear ela mesma , só pra ter certeza de quão boas eram as expectativas de vida daquele pequeno ser.

As semanas se tornaram meses e era notável como a menina já estava maior. Brincava com as mãozinhas e abria os olhos. Por vezes parecia esboçar um sorriso quando T’mar se aproximava, sempre no mesmo horário. Verificava os sinais vitais e lia os relatórios. Tocava o vidro claro da encubadora e falava com a criança. Em sua língua natal.

Ele se pegava imaginando se ela tivesse podido levar aquela gravidez adiante. Estaria linda com o ventre enorme. Não haveria aquele olhar aflito em sua face.

O tempo passava e não havia nada que se pudesse dizer sobre o desempenho de T’mar no laboratório, mesmo que a cada dia mais ficasse claro que ela vinha negligenciando a própria integridade. Raramente era vista no refeitório e seu corpo começava a demonstrar isto.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:43 pm

lavagem de roupa suja corre que a coisa ta feia
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:47 pm

Capítulo 30 - Não funciona desta maneira, Jim

A Enterprise havia acabado de entrar na órbita de um planeta ainda desconhecido e havia muito o que se fazer. Spock mantinha os olhos atentos aos seus sensores e enviava muitos dados para serem analizados pelo laboratório e solicitava relatórios constantemente.

Todos na ponte de comando estavam muito ocupados dando o seu melhor, mantendo os equipamentos alinhados.

-Não estou encontrando leitura de nenhuma forma de vida animal na superfície, Capitão. Apenas vegetação ainda em estado primitivo.

-Podemos descer pra explorar, Sr Spock?

-Estou aguardando o relatório da composição do ar, Cap. Foi lançada uma sonda pra colher amostras. Alguns elementos não foram reconhecidos pelos meus sensores e não pude ainda determinar a toxicidade do ar.

-E onde estão estes relatórios? –falou assinando mais um relatório que a ordenança Rand lhe trazia.

-Estão á caminho. Tenente T’mar informou que o sistema de comunicação do laboratório está com algumas interferências e estaria enviando á ponte com brevidade.

Mal Spock terminou de proferir aquelas palavras, a porta do turbolift se abriu.

T’mar estava parada junto á porta.

Apesar da **** firme, seu olhar denotava esgotamento e seu corpo há muito não era o mesmo. Não estava esbelta e formosa como sempre. Estava extremamente magra. O uniforme estava largo , evidenciando os ombros ossudos e a fazia parecer frágil.

Ela atravessou a ponte de comando sob o olhar curioso da maioria ali presente. Era sabido da maioria que ela passava suas horas entre trabalhar e estar perto da filha .

-Tenente?-Chamou Kirk quando ela começou o caminho de volta ao turbolift.

A mulher se aproximou dele sem demora.

-Sim, Capitão?

-Parece cansada, T’mar. Está tudo bem?-perguntou em tom amistoso.

-Está tudo sob controle, Capitão. O senhor precisa de algo do laboratório?-respondeu secamente.

-Não...era só isso, Tenente. Dispensada.-respondeu o loiro.

-Capitão, a atmosfera é venenosa e corrosiva. Recomendo somente o uso de sondas.

-Spock, poderia lhe falar?-disse o capitão se dirigindo para o turbolift.

***

-Preciso lhe falar sobre T’mar.- sentenciou o capitão parando o turbolift.

-Senhor?

-Spock...não é possível que não tenha notado nada de diferente na tenente!

-Seu trabalho no laboratório segue impecável apesar de todos os acontecimentos... Haveria algo mais que eu devesse observar?

-Por Deus, Spock! A mulher está pele e ossos! Não posso crer que sua subordinada esteja definhando diante dos seus olhos!

-Questionei McCoy sobre o estado de saúde da tenente, Capitão. Ele disse-me que ela permanece saudável, mas recusa-se a dormir ou alimentar-se efetivamente, e que em todo tempo que não está em seu posto, permanece na área de isolamento da enfermaria.

-Então você está ciente.

-Sim. McCoy relatou também que ela se encontra inacessível.

-Então fale com ela. É seu superior direto...e é o pai da filha dela!

-Farei o possível, Jim. A criança não é assunto da Frota e T’mar não vai respeitar minha patente, e sequer o fato de ser o pai da menina. Não funciona desta maneira em nossa cultura.-falou o vulcano retomando o movimento do turbolift e descendo no deck da enfermaria.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:48 pm

Blankie Jackson escreveu:
lavagem de roupa suja corre que a coisa ta feia

AHhahaha treta é sempre bom...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   Qui Dez 22, 2016 8:48 pm

Capítulo 31 - Isso é uma ordem...senhor?

Depois de entregar o relatório a Spock na ponte de comando, T’mar retornou brevemente ao laboratório e finalizou seus trabalhos naquele turno. Era seu intervalo para repousar ou se alimentar, mas como era seu hábito desde que recebera alta na enfermaria, era lá seu destino.

Ninguem a atrapalhava ou questionava, pois ela sempre respondia com silencio.

Verificou relatórios médicos como de praxe e iniciou sua rotina de meditação.

Spock entrou na enfermaria e observou que T’mar encontrava-se posta de joelhos, meditando fervorosamente.

Se aproximou silencioso, vendo como ela estava realmente abatida.

-Tenente?-chamou.

A mulher permaneceu imóvel, ignorando solenemente o chamado do vulcano.

-T’mar, preciso lhe falar!-insistiu em um tom enérgico.

A mulher abriu os olhos lentamente e voltou sua atenção para Spock, parado diante dela.

-Já finalizei meu turno, Comandante.-respondeu imparcial, colocando-se de pé.-Algum problema com meus relatórios?

-Não...- falou enquanto digitava os códigos no console e revelava a criança adormecida na incubadora.

Spock fitou a criança por alguns segundos. Ele queria se manter imparcial , mas ele mesmo passava alguns momentos diários ali, velando pela saúde da menina.

-Seus relatórios, assim como todo seu trabalho no laboratório estão impecáveis como sempre, T’mar...vim falar sobre a sua saúde.

-Fui submetida a exames há poucas semanas e eles revelaram que continuo saudável, Sr Spock. Não há com o que se preocupar.

-Discordo. McCoy me informou que suas leituras estão no limite do aceitável. A copa informa que não tem consumido sequer a ração mínima diária e mesmo nós precisamos de algumas horas efetivas de sono. Dentro em breve a menina estará livre deste aparato e precisará dos seus cuidados. Se continuar no presente curso, você adoecerá e não poderá dar suporte á criança, sendo portanto, ineficiente.

-Isso é uma ordem...senhor?-falou enfatizando a ultima palavra, erguendo a sombrancelha direita, dando um ar mais desafiador á pergunta.

Spock suspirou impaciente. Ele tinha consciência de que aquela conversa não traria o resultado que o Cap. Kirk esperava, mas ele precisava tentar.

-Não, T’mar. Tenho o mesmo desejo que você de que esta criança se desenvolva com saúde, mas tenho consciência de que ela precisará mais de você do que de qualquer outra pessoa nesta nave.

-A sua sugestão foi anotada, Sr Spock. Agora me dê licença, pois preciso verificar os relatórios sobre a saúde da “minha” filha.-disse buscando e acessando um padd que havia deixado previamente sobre a mesa.

Spock saiu da enfermaria irritado. Ele entendia o comportamento de T’mar , de certa forma. Ele sabia o quanto uma criança saudável era importante em sua cultura, sobretudo sendo uma menina, mas não podia acreditar no quanto ela se negligenciava e procurava afastar quem se preocupava com ela. Durante toda aquela conversa, pôde ver do outro lado da enfermaria, dr McCoy observando o diálogo. Ele sabia o quanto o médico ainda se importava com aquela mulher e que estava dando seu melhor no cuidado com a criança , e o quanto estava preocupado com a saúde de T’mar... E ainda assim, ela permanecia irredutível.


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Filha de Dois Mundos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Filha de Dois Mundos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Frederico Heliodoro - Dois Mundos (2012)
» Dois anos depois de sua morte, Michael Jackson é homenageado ao redor do mundo
» Dois elefantes
» Colunas frontais partilhadas por dois sistemas?
» Um, dois, três, testando

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Star Trek FanFiction :: Indice de Fanfictions Trekers :: Escritora T'Vran-
Ir para: