Star Trek FanFiction

Forum dedicado a franquia Star Trek
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O Amor Não é Lógico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Qui Out 20, 2016 8:15 pm

Blankie Jackson escreveu:
Coisa feia orelhudo dando bolo na novinha
...mas ele n queria...tadinho



_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Qui Out 20, 2016 8:16 pm

Capítulo 24 - Você está vindo pra cá???



A troca de mensagens entre eles era diária, mas pela distância , demoravam alguns dias para chegar. Faziam uma espécie de diario um para o outro, e entre as palavras trocadas sempre diziam o quanto sentiam falta um do outro e o quanto desejavam se ver.
Duas semanas depois que a Enterprise partiu, Anabelle conseguiu a transferência para o setor da engenharia, já estava torturante permanecer naquele laboratório com todas as lembranças dos dias que passaram juntos ali, ver a letra dele nas anotações nos pads.
As mensagens entre eles perduraram por vários meses.
Como em todos os dias, Anabelle gravava depois do turno. Tomou um banho relaxante, pois o dia havia sido duro, ligou o computador enquanto terminava de escovar os cabelos, ainda enrolada na toalha.
Assim que a tela ligou, apareceu o sinal de uma chamada externa.
-Chamada pessoal do Comandante Spock da USS Enterprise. -anunciava a voz do computador.
-Oh, meus Deus...atenda!-ordenou aflita, terminando de arrumar os cabelos com os dedos e lembrando se havia retirado a maquiagem por completo.
Ela via a imagem de Spock todos os dias, mas era diferente...agora era uma chamada e não apenas uma mensagem. E isto também significava que estavam próximos.
-Senhorita...-ele reverenciou levemente.
-Spock! Sabe que eu amo quando me chama assim...-respondeu dengosa.
-Anabelle... você está...-ele exitou olhando pra ela, erguendo a sombrancelha.
Ela tentou não rir do olhar faminto dele...parecia que tentava enxergar além do que a tela mostrava.
-Acabei de sair do banho...não esperava receber uma chamada sua...vocês estão no alcance...
-Estamos neste setor...o Cap.concedeu-me uma folga, então solicitei passá-la na Estação Espacial Ômega.
-Você está vindo pra cá?!-ela exclamou quase em um grito, cobrindo a boca com as mãos.
Ele queria se manter sério, mas sentia um sorriso lhe escapando dos lábios.
-Sim Anabelle... chego á sala de transporte dentro de quarenta minutos.
-Estarei te esperando! Anabelle desliga.
Ela desligou aflita. Parecia haver uma revoada de borboletas no seu estômago. Não sabia o que fazer primeiro, então chamou Irina pelo comunicador.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Qui Out 20, 2016 8:23 pm

Sendo compensada em 3...2...1.....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Qui Out 20, 2016 8:24 pm

Blankie Jackson escreveu:
Sendo compensada em 3...2...1.....
fortemente...ahsuahsuahsuhaushaushuahsuahsuhas

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sex Out 21, 2016 8:21 pm

Capítulo 25 - Ela não vem mesmo?




No horário combinado, Spock materializou-se na sala de transporte da estação acompanhado de Kirk e McCoy. Eles esperavam que Anabelle estivesse lá, mas havia outra moça.Uma que eles não conheciam.

-Boa noite, meu nome é Deanna, vou lhes apresentar a Estação.

-Onde está Anabelle?-Kirk perguntou, notando que Spock estava um pouco confuso.

A moça exitou um instante.

-Não há nenhuma Anabelle na equipe...

Diante do silêncio dos três a moça torna a falar.

-Posso lhes apresentar a estação agora?

-Não é preciso...já conhecemos o lugar.Vou apenas pedir uma cabine.-disse Spock.

-Oh...não é necessário... sua cabine já está reservada, sr Spock-falou Irina se aproximando deles.

-Eu agradeço por isto, Irina.

-Tratamento vip para um hóspede vip-respondeu sorrindo, e continuou-ah..Anabelle me pediu que o recebesse...ela lamenta não poder estar aqui, mas ela foi necessária em outro lugar e me pediu que providenciasse tudo.

-Entendo...falarei com ela em outro momento.Onde será minha cabine?

-É a mesma que ficou da outra vez que esteve aqui...ela estava disponivel e achei que gostaria.

Spock agradeceu mais uma vez e se afastou. Entrou no turbolift e pediu o deck onde ficavam as cabines. Não podia negar que estava um pouco decepcionado por Anabelle não estar o esperando, mas ela desempenhava funções importantes na Base e ele respeitava isso

-E pra nós?-perguntou Kirk sorrindo de maneira sedutora.

-Eu não sabia que viriam, Capitão... mas posso resolver isso.

-Bom...eu aceito o passeio pela estação.- McCoy sorriu ao notar que Deanna o observava atentamente.

Logo se afastaram deixando Kirk a sos com Irina.

-É bom ver você novamente, Irina... me diga, Anabelle não vem mesmo?

-Na verdade já está aguardando seu amigo...

-Hum,entendi...e a minha cabine onde será?-perguntou entrando no turbolift.

-Não tenho mais nenhuma cabine vaga, Capitão... mas se você quiser...

-Sua colega de quarto saiu?-falou passando a mão na cintura de Irina.

-Não...tenho uma cabine só minha.-respondeu piscando o olho. ***

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sex Out 21, 2016 8:34 pm

Ate o tio kirk se arrumou pra passar a noite Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sex Out 21, 2016 8:37 pm

Blankie Jackson escreveu:
Ate o tio kirk se arrumou pra passar a noite Razz

não tinha quarto vago, daí né...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sex Out 21, 2016 8:42 pm

T'Vran escreveu:
Blankie Jackson escreveu:
Ate o tio kirk se arrumou pra passar a noite Razz

não tinha quarto vago, daí né...

Dai vem um sc de brinde lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Dom Out 23, 2016 5:25 pm

Capítulo 26 - Eu não queria que fosse assim.



Spock andou calmamente pelo corredor até a cabine, relembrando tantas vezes que atravessou aquele caminho com ela ao seu lado. Um gosto bom de nostalgia.
Chegou á porta e sentiu vontade de ir até a Base...precisava ver Anabelle...
-Mas talvez ainda esteja trabalhando- ele pensou e decidiu mandar uma mensagem avisando onde estaria.
Entrou na cabine e a penumbra dominava o local. Um leve perfume era sentido e um vulto estava sentado na poltrona aos pés da cama.
-Boa noite ,Sr Spock!
Ela o saudou de forma sensual e ele sentiu seu corpo se arrepiar.
Anabelle cruzou o espaço que os separava e rapidamente enlaçou os braços no pescoço dele, tomando seus lábios sem cerimônia.
-Que saudade!-murmurou sem parar de beijá-lo.
Spock a abraçava com força, quase suspendendo-a do chão.
-Senti sua falta, Anabelle... -arfou enterrando seu rosto no pecoço da jovem, aspirando seu perfume e distribuindo beijos sem pressa..
Deslizou as mãos nas costas da morena e constatou que ela trazia no corpo apenas uma toalha felpuda.
Procurou os olhos de Anabelle na penumbra...suas pupilas tão dilatadas que o belo verde dava lugar ao negro e profundo do desejo.
Deu um passo para trás e delicadamente desfez o nó que prendia o tecido ao corpo esguio, deixando que tombasse displicentemente no chão, revelando as belas formas femininas da morena.
Spock sentiu uma onda de calor o invadindo, quase tão poderoso quanto o pon farr.
Arrancou a propria tunica de um movimento só, e tomou a morena nos braços, suspendendo-a e Anabelle instintivamente cruzou as pernas em volta da cintura dele.
-Senti tanto a sua falta-ela arfou quando ele a apertou contra a parede.
-Igualmente, Anabelle... senti muita falta sua-ele falou unindo-se a ela sem reservas.
Ela não conseguiu conter um gemido mais alto,que Spock calou com um beijo febril.
Aquele desejo desesperado o consumia, tomava sua sanidade e tudo que ele conseguia era procurar saciar aquela urgência.
Anabelle sentia da mesma forma e nem toda a meditação que Saavok havia lhe ensinado resolveram. O desejo de tê-lo em seus braços mais uma vez era maior que as galáxias que os mantiveram separados ao longo daqueles dez meses.
Ela segurava-se em seus ombros com força enquanto o som de seus corpos ecoava pelo quarto, ritmado, cadenciado com palavras entrecortadas e suspiros, guiando-os até o ápice.
-Você está bem, Anabelle?-perguntou afastando delicadamente uma mecha de cabelo de seu rosto, vendo que ela estava quase em torpor.
-Hum...estou ótima, Spock... o dia hoje foi longo...só estou cansada-respondeu -se aconchegando nele.-não se preocupe...
Ele a abraçou, trazendo-a mais pra perto de si, e ficou sentindo a respiração dela ir mudando, seu corpo ficando relaxado, e por fim um suspiro mais longo e o sono profudo.
Anabelle acordou sentindo o corpo todo dolorido.
Spock ao seu lado parecia dormir calmamente.
Ela sentou-se na cama devagar e se espreguiçou, sentindo os musculos tensos. Massageou o ombro e tentou se alongar.
-Bom dia, Anabelle... dormiu bem?
-Te acordei?-ela falou sorrindo, inclinando-se para lhe dar um beijo.
-Eu não estava dormindo. Você está bem?...parecia estar com dor.
-Um pouco...o trabalho na engenharia é desgastante, e ontem trabalhei muito...-ela falava engatinhando sobre a cama, tornando a aninhar-se no peito dele-vai ficar quantos dias?
-Dois.
-Tão pouco...-resmungou-e sabe se volta?
-Sem previsão...temos que sondar alguns planetas no quadrante 13...
Ela suspirou e deu um beijo no ombro dele, ja se levantando.
-Eu preciso ir...almoçamos juntos?
-Certamente. Vou esperar na sala de transporte no horário de sempre.
Anabelle se arrumou rapidamente e saiu.
Havia descido para a estação com trajes civis e trouxera coonsigo o uniforme, mas resolvera trocar pela toalha pois lembrara-se divertida do olhar de lobo faminto que Spock lhe lançara na chamada para sua cabine.
Quando desceu do turbolift no deck da sala de tranporte, encontrou Irina .
-Bom dia Belle!-saudou animada-deu tudo certo com o seu bonitão?
-Hum...sim Irina, tudo certo...
-Que desânimo...tem certeza que tá tudo certo?-perguntou segurando-lhe o braço,impedindo que entrasse na sala de transporte.
-Está como tem que ser...
-Não está não...você estava toda animada ontem...o que houve?Venha...preciso de um café e você também.
-Ele vai embora em dois dias...-resmungou olhando para o café fumegante em suas mãos, ja no refeitório da estação.
-Dois dias? Jim não me disse que ficariam tão pouco...
-Kirk também veio?
-Sim, mas voltou pra nave...vim acompanhá-lo.Mas Belle...você sabe que ele sempre vai partir...eles sempre vão.
-Irina você sabe que eu nunca quis me envolver com ninguem desde que cheguei aqui...até Spock aparecer.
-Você ficou louquinha.
-Eu não sei explicar porquê...tudo que eu queria era ele...e esse tempo todo em que esteve longe, eu não quis ninguém... fiquei esperando por ele...mas agora...que ele veio...eu preferia que não tivesse...é doloroso saber que talvez nunca mais o veja...eu não queria me sentir assim...
-Você tá amando esse homem, Anabelle!
-E eu não queria que fosse assim...você gosta de estar com Kirk, mas não sente falta dele...e isso é mutuo, já que ele veio ao seu encontro...mas eu sinto falta de Spock.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Dom Out 23, 2016 5:39 pm

O amor doi Anabelle e o spock sabe bem como machucar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Dom Out 23, 2016 5:42 pm

Blankie Jackson escreveu:
O amor doi Anabelle e o spock sabe bem como machucar.
hummmmm que eu pensei besteira

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Qua Out 26, 2016 9:24 pm

Capítulo 27 - O que faz aqui?


-Spock , o que faz aqui? -bravejou McCoy ao avistar o vulcano a bordo da Enterprise-você está de folga!
-Eu preciso falar com o capitão.-respondeu sem parar de andar.
-Jim está na enfermaria, estou indo vê-lo.
-O capitão se feriu?-preocupou-se.
-Aparentemente o bom capitão estava tentando impressionar a bela Irina e machucou as costas.
Respondeu o médico no momento que entravam na enfermaria e encontravam Jim sentado em uma cadeira, com cara de dor.
-Realmente não sou mais tão jovem como pensava.
Kirk tentava gracejar mas era perceptível que ele mal podia respirar de dor enquanto McCoy o ajudava a subir na cama e o examinava.
-Eu não sei,e nem quero saber qual malabarismo você fez Jim, mas está com uma bela contratura muscular. Vou te dar uma hipo pra dor e te colocar em repouso.
Spock abriu a boca para dizer que iria cancelar a folga pra assumir o comando, mas Kirk o interrompeu.
-Não se preocupe Spock, a nave ficará em orbita e Scotch assumirá a ponte enquanto isso.Agora me diga o que faz aqui no meio da folga que você estava tão ansioso pra desfrutar?Ai!-resmungou quando McCoy lhe aplicou a hipo.
-Precisava lhe falar, capitão.
-Pois fale, sr Spock!
O vulcano exitou, desviando o olhar para o médico que os observava.
-Oh, é particular?Não se preocupem , eu já estava de saida da "minha" enfermaria...fiquem á vontade...-resmungou McCoy.
-Não fique magoado doutor-brincou Kirk e então voltou-se para Spock .
Este andou um pouco, as mãos postas atrás das costas, escolhendo as palavras . Suspirou longamente e voltou-se para o capitão.
-Jim, estranhamente eu não sei exatamente quais palavras usar.
-Eis uma coisa rara-brincou- Spock você sabe que pode confiar em mim, sou seu amigo.Algum problema?
-Na verdade, é um pedido.
-Se eu puder ajudar, Spock... O que quer pedir?
-Uma transferência.
-Transferência???-Kirk deu um salto na cama e um grunhido de dor.-Mas porquê quer se transferir?
-Eu não, capitão... Anabelle.
-A bela Anabelle? E pra onde quer que seja transferida?-questionou fingindo não entender.
-Pro setor de engenharia da Enterprise, capitão.
-É claro Spock, mas porquê? Eu preciso perguntar, embora seja óbvio pra qualquer um.
-Eu percebi que não posso partir sem ela novamente, Jim.Isto é embaraçoso...não é nada lógico nem racional.
-O amor não tem nada de lógico, eu pensei que soubesse, mas há regulamentos que...
-Vou pedir que ela se case comigo, isso facilitará a transferência.
-Casamento, Spock? Isto é mais sério do que eu imaginava!Ela aceitou?
-Ainda não perguntei, Jim...pretendia que me ajudasse com esta parte.Com base nos meus cálculos a chance de ela recusar são de 12.67%, mas como ela é humana, sei que tem uma maneira de que ela gostaria mais e espero seu auxílio.
-Isto é no mínimo inusitado...mas é claro que ajudo.
Spock ouvia atentamente as instruções que Kirk passava, achando estranho que Anabelle gostaria realmente daquelas coisas, mas Jim entendia mais das mulheres humanas que ele.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Qua Out 26, 2016 9:32 pm

Que bonitinho o spock pedindo a ajuda do kirk pra pedi a bella em casorio
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sex Out 28, 2016 7:06 pm

Blankie Jackson escreveu:
Que bonitinho o spock pedindo a ajuda do kirk pra pedi a bella em casorio
fofo sim

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sex Out 28, 2016 7:06 pm

Capítulo 28 - Não podemos continuar desta maneira.


No horário do almoço, Spock e Anabelle foram ao restaurante vegetariano novo, mas a moça não parecia nem um pouco animada...
Remexia os legumes no prato e suspirava.
-Anabelle, não parece bem...está doente?
-Não...eu...estou bem...eu acho.-tentou.
-Imprecisa. Senhorita , está parecendo angustiada. Algo te incomoda?
Anabelle deu um suspiro ruidoso, quase um gemido...trazendo à tona a vontade que sentia de chorar.
-Podemos sair daqui, Spock?
Ela perguntou e levantou-se, indo em direção à saída, deixando o vulcano sozinho na mesa.
Ele sabia onde ela estaria e sabia que precisava extravasar aquele sentimento.Ele ainda não havia assimilado muito bem o conceito dessa emoção, mas sabia o que ela sentia e sabia que queria e precisava chorar.
Terminou de comer o que tinha em seu prato, e então foi ao encontro de Anabelle.
Chegou à praia e de longe pode vê-la sentada em um dos bancos bem afastada da Estação.
Seus rosto estava seco , por causa da brisa constante, mas seus olhos estavam vermelhos do pranto recente.
Sentou-se ao lado dela em silêncio.
-Spock, precisamos conversar.-sentenciou.
-Afirmativo, eu tenho algo a lhe dizer também, mas notei que estava muito nervosa e preferi esperar que se acalmasse.
-Eu estou mais calma agora, pode falar.
Ela afirmava estar calma, mas uma lágrima tentava escapar de seus olhos.
Ele levantou-se solene , com as mãos atrás das costas e parecia buscar as palavras que pretendia proferir. Olhou para a jovem sentada no banco, com os braços cruzados junto ao corpo, reagindo á brisa fresca.
-Anabelle, você entende como nosso atual relacionamento é incomum e complicado para mim?
Ela assentiu com a cabeça já não podendo conter as lágrimas, e ele continuou:
-E está claro que não podemos continuar desta maneira.
Anabelle soluçou , pois estava evidente para ela de que não mais se veriam a partir daquele momento e a dor em seu coração era dilacerante, mas Spock seguia falando com a frieza costumeira.
Estive me aconselhando com o capitão Kirk e ele me deu algumas orientações curiosas...
-Orientações?-gaguejou tentando secar os olhos.
-Sim...-ele falou parando diante dela e apoiando um dos joelhos na areia branca e fofa da praia e segurando delicadamente as mãos de Anabelle entre as suas.
-Senhorita-ele prosseguiu buscando o olhar dela-nosso relacionamento está realmente muito complicado para mim, pois percebi que a distância não é mais viável, não podemos mais continuar desta maneira, tão distantes. Conversei com o capitão e solicitei sua transferência para a Enterprise.
-Mas, Spock? Como assim solicitou minha transferência? –indagou levantando-se.
Spock fez um gesto com a mão, para que ela o deixasse tornar a falar.
-Desta maneira, senhorita Anabelle, gostaria de solicitar que aceite meu pedido para que se case comigo. O capitão concordou em oficializar na capela da nave logo mais. Se você aceitar o presente pedido, é claro.
Anabelle estava atônita, fitando Spock de joelhos diante dela e apesar da aparente frieza do pedido, ela via em seus olhos que era um pedido sincero, que havia sentimentos e que ele proprio estava surpreso com aquilo, afinal aquela situação não era nada lógica.
-Spock...isso é tão sério...você tem mesmo certeza do que está me pedindo? Quero dizer...casamento...
-Eu não costumo agir por impulso, Anabelle. Estudei todas as variáveis e esta é a única solução que encontrei.
-Com todas as possíveis consequencias?
-Perfeitamente. Além do mais a perspectiva de servir na Enterprise será muito boa, Scott é um dos melhores engenheiros da Frota e ele terá prazer em ser seu tutor a bordo.
-Você pensou em tudo mesmo, não é? Acho que inclusive já sabe a resposta, não?
-Sim!-respondeu levantando-se-Mas prefiro que me diga.
-Você está disposto a passar o resto dos seus dias ao lado de uma humana emocional e ilógica?
Ela aproximou-se mais dele, erguendo-se na ponta dos pés, roçando de leve os dedos em sua nuca, sentindo os cabelos macios do moreno.
-Está disposto a conviver com a irracionalidade de minhas mudanças de humor e a loucura do que sinto quando estamos assim, juntinhos?
-Estou fortemente convicto que sim, Anabelle.-murmurou aproximando seus lábios do rosto dela, pretendendo um beijo.
Ela ergueu mais o rosto um pouco, roçando os lábios nos dele, querendo provocá-lo.
-Nestes termos, estamos de acordo-finalizou tentando não rir, dando lhe um beijo suave.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sab Out 29, 2016 8:33 pm

Capítulo 29 - Bem vindo à Familia.


Iniciaram o caminho de volta à Estação de mãos dadas,Anabelle não conseguia parar de sorrir. Seu coração parecia querer explodir de alegria.
-E quando vai ser?-perguntou rompendo o silêncio enquanto chegavam à entrada.
-Assim que entrarmos em dobra espacial, logo que sua transferência for liberada.
-Não!-exclamou levando a mão á boca-longe da Estação?
-O bastante para acionarmos o motor de dobra.
-Mas e meu pai? Quero muito que ele e Irina estejam presentes, Spock! Não posso me casar longe do meu pai...por favor Spock!-suplicou já sentindo uma lágrima brotar.
-Senhorita, farei o possivel. Vá falar com eles. -respondeu pegando o comunicador .
***
Ao final daquele dia, toda a documentação para a transferência de Anabelle estava pronta. A liberação não foi fácil, mas Kirk usou de toda a sua influência e de sua amizade estreita com o Almirante Pike para persuadir o capitão daquela Base de que Anabelle seria indispensável na Enterprise.
-Ansiosa?
-Parece que meu coração vai sair pela boca!-falou com voz trêmula.
-Faça qualquer coisa, Belle...mas não chore ou vai arruinar sua maquiagem.
-Não sei se consigo, Irina...
-Mas está feliz?
-Sim...e muito assustada! Foi tudo tão rápido...
A conversa das amigas se dava no caminho entre a cabine de Irina e a capela da estação.
Pararam diante da porta.
-Estou bonita? -perguntou ficando de frente para Irina.
-Está um lixo como sempre!-e deu uma grande risada.
-Vou sentir saudade!-abraçou a amiga com afeto.
Abriu a porta sentindo as pernas trêmulas. Quase tanto quanto a primeira vez que viu Spock na sala de transporte...mas hoje ela realmente temeu tropeçar nos proprios pés.
Respirou fundo e iniciou a marcha pelo curto caminho diante dela.
No pequeno altar estavam Kirk, McCoy e Spock em uniformes de gala, e Anabelle não se furtou de observar como aqueles trajes caíam bem para seu noivo. Riu-se intimamente com a forma que aquelas palavras soaram em sua mente.. "seu noivo". Era melhor do que ela poderia sequer imaginar que seria há quase um ano.
Junto deles estava o Chefe Fischer, que também estava muito elegante.
Anabelle usava um vestido bastante simples, estilo tubo como o preto que ela amava, mas de cor clara.Irina a convenceu a alisar os cabelos e deixá-los soltos, adornados apenas com um delicado pente de cristal. Nada muito sofisticado ou pomposo, já que o pedido foi surpresa e não haveria tempo para preparativos mais elaborados.
O fato de estarem ainda na estação foi uma concessão que Kirk fizera ao pedido de Spock depois que Scott prometeu velocidade de dobra máxima.
O chefe oficializou a união brevemente, com palavras emocionadas sobre a nova jornada que a filha iniciaria, servindo na melhor nave da frota e deu as boas vindas a Spock á sua familia.
Quando o chefe anunciou que podiam se beijar, Spock aproximou-se ternamente de Anabelle e beijou-lhe carinhosamente a testa.
Os convidados felicitaram o casal e McCoy não perdeu a oportunidade de fazer chacota sobre a falta de lógica daquele momento.
-Infelizmente, não poderemos ficar mais tempo. Precisamos voltar á Enterprise agora.
Os quatro se dirigiram apressados à sala de transporte, entrando no turbolift mais proximo.
Tão logo se materializaram na Enterprise, Kirk chamou a ponte de comando pelo intercom e ordenou a Scott que passasse as coordenadas ao navegador e iniciasse a viajem imediatamente.
-Temos pressa-completou olhando pra nova tripulante com carinho-Assim que for possível, se apresente á enfermaria para os exames de rotina. Sr Spock, mostre a nave á moça e tire o dia de folga-falou rindo e dando um tapinha nas costas do amigo.
-Eu deveria retornar à ponte, capitão...
-Nós temos algum tempo até nosso destino. Vá aproveitar o tempo com sua bela esposa, Spock... não me faça pensar que estamos em dobra máxima á toa...
Kirk terminou de falar e saiu, deixando Spock sem chance de resposta.



_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Dom Out 30, 2016 3:26 am

Cap. 28 - Spock casou ééééé :mosca:

Cap. 29 - isso mesmo kirk manda ele ir aproveitar o casorio com a esposa :mosca: :mosca: :mosca: :mosca: :mosca:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Dom Out 30, 2016 9:36 pm

Blankie Jackson escreveu:
Cap. 28 - Spock casou ééééé :mosca:

Cap. 29 - isso mesmo kirk manda ele ir aproveitar o casorio com a esposa :mosca: :mosca: :mosca: :mosca: :mosca:


isso spock, apriveita
:rsrs:

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Dom Out 30, 2016 9:37 pm

Capítulo 30 - Nova Tripulante.


McCoy segurou o riso e antes de sair avisou que estaria na enfermaria assim que ela estivesse pronta para os exames, mas que não precisava se apressar e também saiu da sala de transporte onde esta conversa acontecia.
-Ah...venha Spock... me mostre onde consigo um uniforme e depois me mostre a nave como o capitão pediu...não quer desobedecê-lo, quer? E depois você não terá mais tempo...esqueceu que é meu guia preferido e o mais charmoso?-falou dengosa.
O vulcano assentiu, mesmo desconcertado.
-Por aqui, Anabelle...me acompanhe.
***
McCoy saiu da sala de transporte logo depois de Kirk e foi imediatamente para a enfermaria. Haviam alguns tripulantes adoentados que ele queria ver antes de se recolher á sua cabine.
Resmungou sozinho enquanto andava, o quanto aquele uniforme era desconfortável e pensou para si que a vida lhe era injusta. Apesar dos bons momentos que tivera com Deanna, nenhum dos dois pretendia se ver outra vez e ele pensava se não seria a hora de procurar alguem e casar-se novamente.
Christine ainda estava lá, organizando as hipos que ele usaria nas próximas aplicações.
McCoy parou um instante a observá-la. Tão bonita e competente.Infelizmente ele também tinha consciência do interesse dela em Spock.
"-O que será que ele tem?" -perguntou-se enquanto entrava em seu consultório.
Percebendo o movimento ela chamou por ele, sem deixar de executar a sua tarefa.
-Dr McCoy é você? Estou terminando de preencher estas hipos com as proximas medicações do alferes Monroe. Onde esteve?
O médico hexitou um instante, mas pensando ser uma chance de arrancar o vulcano do coração da bonita loira, respondeu secamente.
-Estava no casamento de Spock.
No segundo em que terminou aquela frase, escutou o estardalhaço da bandeja metálica das hipos se espatifando no chão.
***
Anabelle e Spock atravessaram os corredores silenciosos dos dormitórios dos oficiais. Estavam todos de serviço naquele horário.
Chegaram á cabine de Spock e apenas algumas poucas luzes fracas iluminavam o cômodo.
Anabelle entrou e respirou profundamente. Todo o lugar tinha aquele perfume que ela tanto amava.
-É quente e aconchegante, como os seus braços-falou abraçando-se á cintura dele.
-Seu uniforme está sobre a cama...
-Ah...ótimo!-falou afastando-se e indo até lá.
Pegou a túnica vermelha e a colocou na frente do proprio corpo.
-Nossa...é tão curta!
-Realmente-suspirou contrariado-eu não havia reparado nisso...ainda.
Anabelle estava tão empolgada em poder fazer parte daquela tripulação, que não percebeu o toque de ciume na voz de Spock.
-Quero ver como fica!-exclamou virando se de costas para ele e puxando os longos cabelos para cima, revelando as costas e a nuca-abre o zíper pra mim?
Spock se aproximou e abriu lentamente o delicado zíper, subindo os dedos suavemente pela linha da coluna e depois descendo pelos braços, fazendo o vestido deslizar até o chão, sentindo a pele da morena se arrepiando.
Ela volta-se para ele sorrindo de maneira sensual, mordendo o lábio. Estende o braço e toca o peitoral de Spock, sentindo a forma dos musculos sob o tecido macio do uniforme, seguindo o movimento da mão com os olhos e em seguida procurando o olhar dele.
-Está tão bonito, meu marido-e riu-ainda não me acostumei a chamá-lo assim...
Enquanto falava, Anabelle ia se aproximando mais, erguendo-se na ponta dos pés para alcançar os lábios de Spock, que a abraça forte e beija com paixão.
Aos poucos ele vai diminuindo a intensidade das carícias e desfazendo o abraço.
-Você é muito tentadora, Anabelle... mas conforme pediu o capitão e você concordou, ainda preciso te mostrar a nave e te apresentar para o sr Scott. Para as outras coisas...-falou lentamente enquanto desenhava o contorno dos lábios da morena com o polegar- teremos todas as noites livres.
Ela fechou os olhos em reação aquela carícia, e então segurou a mão de Spock junto ao seu rosto.
-Isto foi maldade, Spock... mas tudo bem...apenas não tire este uniforme ainda, sim?
A morena se afastou ainda sentindo as pernas moles e se vestiu rapidamente.Prendeu os longos cabelos negros em um coque alto e voltou para perto de Spock, que estava sentado junto ao seu computador.
-Podemos ir?
-Isto ficou curto demais, Senhorita..acho melhor solicitar outro...
-É do mesmo comprimento que as outras tripulantes usam...ah...adoro quando me chama de senhorita, mas ciúme é uma emoção humana demais até pra mim, Spock... sabe que eu só tenho olhos pra você, meu marido...
-E eu pra você, minha bela esposa...mas tenho convivido com humanos há tantos anos que entendo o que passa em suas mentes quando vêem uma jovem atraente.
-Está bem, Spock... mas não se preocupe...eu estou igual a todas as outras mulheres a bordo, ninguém vai me notar. Agora podemos ir?
-Perfeitamente.
-Mas antes de irmos-ela se adiantou...Spock...durante todo o tempo que trabalhei na Estação Ômega, não quis receber nenhum privilégio ou tratamento especial por ser a filha do Chefe...e aqui...todos te respeitam e eu não gostaria de ser tratada de forma diferente porque sou sua esposa agora...
-Acredito que isto não acontecerá...em todo caso, use o nome de seu pai enquanto estiver em serviço.



_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Seg Out 31, 2016 1:49 am

Spock seja mais logico ciumes é um sentimento humano demais ate pra vc Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Seg Out 31, 2016 7:54 pm

Blankie Jackson escreveu:
Spock seja mais logico ciumes é um sentimento humano demais ate pra vc Rolling Eyes


huehuehue é msm...mas né...ele sabe como são os homens da tripulação. em especial seu capitão Wink

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Seg Out 31, 2016 7:55 pm

Capítulo 31 - Imperativos.




***
Enquanto se encaminhavam para a Engenharia , Anabelle mal podia conter sua ansiedade, e quando finalmente chegaram, soltava exclamações de admiração.
-Meu Deus...é mais incrível do que eu imaginei...-falava estarrecida vendo os mecanismos na nave.
-Sim, moça...é a nave mais incrivel de toda a Frota Estelar-falou Scott se aproximando deles.
-Sr Scott, esta é a tenente Anabelle Fischer, foi transferida da Base para a Enterprise. Gostaria que fosse seu tutor durante estes primeiros dias e a ensinasse tudo para que possa trabalhar com máxima eficiência.
O engenheiro deu uma boa olhada para a morena e sorriu divertido.
-Ah, é você a moça que o capitão me falou. Parabéns sr Spock...
-Enquanto estiver de serviço, sou apenas Anabelle Fisher, sr Scott...
-Sem problemas moça...-falou erguendo as mãos .
-Desculpe se pareci rude...mas não quero tratamento especial...-se encolheu com vergonha de sua rispidez
-Anabelle, preciso resolver algumas pendências...
-Pode deixar, sr Spock eu mostro tudo a ela.
Se despediram apenas com uma troca de olhares, e pela expressão de Scott, a intenção de ambos era evidente.



Scott mostrou toda a engenharia a Anabelle, com toda a empolgação que lhe era peculiar quando se tratava da Enterprise, e a jovem se entusiasmava também , pois já havia lido muito a respeito daquela nave e até mesmo sobre seu engenheiro-chefe, que estava agora diante dela, dissertando emocionadamente sobre as qualidades daquela nave que ele tanto amava.
Ela só se deu conta de quanto tempo havia se passado quando Scott lhe ofereceu um café e ela achou que realmente precisava de um.
Despediu-se e retornou á cabine de Spock, após se perder entre os corredores da gigantesca nave.
Quando chegou, imaginou que encontraria Spock dormindo. Já era bastante tarde mas no entando ele estava meditando diante do pequeno altar que havia em um canto do quarto.
Ele já não estava usando o uniforme que vestia quando se despediram, mas usava uma túnica preta. Ela reconhecia que era uma roupa vulcana, por causa das inscrições que haviam nela.
Anabelle se deteve alguns segundos observando-o e sentindo-se sortuda por ele a ter escolhido , por ter subjugado sua estimada lógica para tê-la ali com ele.
-Se ele soubesse como fica bonito de preto..-ela pensou enquanto se afastava , afim de tomar um banho e talvez desfrutar um pouco da companhia de seu amado antes de adormecer em seus braços.
Este breve pensamento fez um sorriso desenar-se em seus lábios e seu coração se agitar dentro do peito.
Spock havia deixado toalhas limpas e um hobby preto sobre uma bancada. Anabelle riu-se, imaginando que ele também gostava de vê-la de preto.
Quando ela saiu do banho, Spock estava junto ao seu computador gravando o diário pessoal.
-Eu lamento ter demorado tanto, mas Scott me mostrou todo o setor de engenharia com tanto entusiasmo que eu acabei ficando envolvida...quando me dei conta era tão tarde...
-Eu preferiria que isto não aconteça com frequencia, Anabelle-falou descontente.
-Eu preferia ter visto você com aquele uniforme bonito...-falou dengosa sentando-se no colo dele-Na verdade...eu preferia ter tirado ele de você-cochichou provocante no ouvido do vulcano.
-Pensei que não gostasse quando uso uniforme...-murmurou fingindo desinteresse, abrindo o laço do hobby de Anabelle.
-A verdade é que eu adoro quando não usa nada.
Terminou a frase tomando os lábios do moreno sem pressa, mordendo e sugando enquanto as mãos dele passeavam por seu corpo.
Ela sentia seu sangue borbulhando dentro das veias...era quase irracional aquele desejo todo tomando conta de seu juizo, mas ela sentia aquela necessidade , aquela urgencia toda como se apenas tivesse existido entre eles a distancia daqueles ultimos meses.
Ele a tomou nos braços sem cessar os beijos e a colocou sobre a cama. Parecia imensa apenas com ela.
De repente ela começou a sentir a mente de Spock a manipulando, estimulando e causando sensações intensas por todo seu corpo enquanto ele calmamente abria um a um os botões da propria túnica.
-Isto não é justo Spock-ela gemia se contorcendo.
-Ao contrário...é muito estimulante-retrucou jogando a túnica sobre uma poltrona no canto do quarto-gosto de vê-la assim...
-Ah...tenho certeza que também prefere sentir-arfou.
-Certamente-respondeu terminando de livrar-se do restante de suas vestes.
Avançou sobre ela, encaixando seus corpos com urgência, pois para ele o desejo insano era o mesmo e havia sido difícil até então manter a serenidade. A volúpia que sentia na presença de Anabelle era quase incontrolável e a necessidade de se saciar um no outro era imperativa.
***

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blankie Jackson
Leitore(a)s Cadastradas
Leitore(a)s Cadastradas
avatar

Feminino Número de Mensagens : 61
Idade : 39
campina grande
Data de inscrição : 18/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Ter Nov 01, 2016 9:23 pm

Querendo ver a esposa sem roupa spock, ce anda muito safadinho Suspect
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://unbreakable.ativoforum.com/index.htm
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Qua Nov 02, 2016 12:21 pm

Blankie Jackson escreveu:
Querendo ver a esposa sem roupa spock, ce anda muito safadinho Suspect
agora eles são casados...hehehehe

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
T'Vran
Escritoras
Escritoras
avatar

Feminino Número de Mensagens : 128
Idade : 38
Novo Hamburgo
Data de inscrição : 11/09/2016

MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   Sex Nov 04, 2016 9:48 pm

Tá acabando galera...

Capítulo 32 - Eu sempre estive aqui...




***
Assim que escutou as palavras do médico, Christine sentiu as mãos fraquejarem e no instante seguinte todas as hipos estavam espalhadas no chão.
Sentiu aquele nó em sua garganta lhe sufocando e ela apenas precisava sair dali.
“-Srta Chappel, o que houve?”- foi a última frase que escutou antes de fechar a porta do banheiro atrás de si.
“O quê há de errado com ele?Porquê não me vê? Nunca me viu! Porque não me nota? Estou aqui esperando por ele há tanto tempo ...já o vi passar por tanta coisa, ficar entre a vida e a morte nesta enfermaria e eu ainda fiz sopa quando ele precisava tanto ir pra o planeta dele ...pra se casar! E agora ele se casou com outra?Como assim? Com quem?”
A enfermeira se fazia todos estes questionamentos em sua mente, enquanto um pranto quente e silencioso escorria por seu rosto.
Olhou sua imagem refletida no espelho. Triste e abatida. Sentiu muita raiva de si...por ser tão tola, por alimentar tanto tempo aquele maldito sentimento, mesmo sabendo quão insignificantes eram as chances de ter de Spock mais do que sua cordialidade secamente profissional.
Enxugou as lágrimas e voltou ao que estava fazendo sem sequer lembrar a bagunça que deixara pra trás.
Encontrou McCoy terminando de reorganizar as hipos na bandeja.
-Você está bem, Christine?
-Desculpe dr McCoy, isto não vai mais acontecer-gaguejou desviando o olhar pela estranheza que lhe causada o médico a chamar pelo nome.
-Christine eu lamento minha falta de tato ao lhe dar a notícia...sei que você sente algo por ele...mas já era tempo de você olhar em sua volta e notar que não é a única a ter sentimentos não correspondidos...
A loira encarou o médico que lhe lançava um olhar charmoso.
-Mas doutor...-replicou com as voz trêmula.
-Eu sempre estive aqui...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Amor Não é Lógico   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Amor Não é Lógico
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Duas historinhas que envolvem o amor
» Cantar junto, falta de respeito ou prova de amor
» Missão Resgate por Amor
» O Baixo Mágico!
» Sereias e vampiros!O amor não te barreiras

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Star Trek FanFiction :: Indice de Fanfictions Trekers :: Escritora T'Vran-
Ir para: